terça-feira, 20 de outubro de 2009

Futuro sem esperança


Há um novo filme de Bruce Willis em cartaz: Substitutos. O filme é sobre o futuro, onde as pessoas são literalmente substituídas por robôs, que saem na rua pelos humanos.

12 anos atrás (1997, para os leigos), Willis fez um outro filme futurista "O Quinto Elemento". Não sei sobre o novo longa-metragem, mas o filme de 1997 foi bom, apesar das elocubrações (sexo por máquinas, uma mulher que é mutante e um quinto elemento de algo muito importante ao mesmo tempo etc.) muito puxadas.

Eu não sei vocês, mas se o futuro for como nos filmes de Bruce Willis, eu quero morrer antes do ano 2050.

No filme "O Quinto Elemento", a personagem de Willis é privada de fazer sexo, já que o sexo "primordial", vamos assim chamar, foi substituído por um aparelho que é ligado ao cérebro e que representa os prazeres do mesmo. Há também uma cena que Willis pega um cigarro, que tem cerca de 2/3 de seu corpo composto pelo filtro.

Nesse mais recente, as pessoas não saem de casa. E sinceramente, eu gosto muito sair de casa, fico até um pouco irritado quando não o faço. Se pudesse, sairia todos os dias da semana. Mas pelo menos nesse longa, é demonstrado que ser substituído por um robô não ajuda, já que as pessoas morrem assim mesmo.

Bruce, por favor, tente fazer filmes onde o futuro é algo bacana, não o contrário.

PS: Alguém aqui já viu algum tipo de mídia que fala bem do futuro, sem ser os Jetsons? Se sim, por favor comente aqui embaixo nas desavenças.

Um comentário:

  1. quanta bobera qual é o nome do filme aff taloco

    ResponderExcluir